Sabemos que a construção natural do “eu” se desenvolve partindo do pressuposto chamado: COTIDIANO. Não sei se já parou pra pensar sobre isso, mas quem somos não inclui somente o que conseguimos enxergar no espelho, ou aquilo que de prisma as pessoas conseguem perceber. A cultura influencia, a criação, onde crescemos, nossa família, etc. Mas o “eu” que me refiro só pode ser descoberto quando toda a verdade que há em você for moldada por quem te formou. Minha vontade de escrever sobre isso foi desencadeada depois de uma conversa com um amigo meu, estávamos comentando sobre qual percepção tínhamos um do outro em pouco tempo de convivência, e logo me lembrei de uma frase que meu pastor mencionou um dia desses, “muitos te admiram mas poucos te conhecem de verdade”. Isso ficou ecoando na minha mente e meditar a respeito disso me levou a um lugar chamado Oásis. Isso mesmo, um lugar em que, no sentido figurado significa: uma pequena região em um deserto que possui água. Ou seja, onde se pode descansar, lugar fértil em meio ao deserto.

Eu encontrei esse lugar quando percebi que independente da minha condição alguém me amava de verdade, e Jesus é esse refrigério, é Nele que encontro deleite, e a medida que eu me permito estar eu sou transformada. Ser como Jesus implica em se tornar esse lugar para as pessoas que te rodeiam. Foi por isso que pensei tanto a respeito, quero conseguir dar suporte a todos que se aproximarem de mim, quero poder levar verdade por onde eu passar, e isso inclui ser transparente, demonstrar minha vulnerabilidade sem qualquer vergonha, porque é quem eu sou de verdade, e isso que importa. Ser um lugar de segurança para as pessoas independente de quem elas são, te torna mais semelhante a Jesus, não substitui quem Ele é, mas te ensina a amar, porque Ele é o próprio amor. E você nunca conseguirá amar de verdade sem entender o amor Dele por você primeiro, compreenda que isso é real e verá o quanto pode fazer a partir disso.

Minha oração é que você encontre esse lugar no Senhor, e consiga torná-lo real em você pra descanso daqueles que sofrem. Jesus nos ensina a não ser indiferente com a dor do outro, por menor que ela seja. Ele muda a perspectiva das coisas, o cotidiano que tanto nos contamina e ressalta coisas negativas ao nosso respeito, as emoções que sempre funcionam como um mecanismo de resposta a tudo que nos atinge…tudo isso vira um detalhe quando Jesus é o maior interessado em construir em nós aquilo que o céu enxerga ao nosso respeito. E quando essa realidade de mudanças pela intervenção de Deus for algo palpável na sua vida, verá quão genuíno será tudo o que fluir a partir de você. Transmitir essa verdade a quem te cerca é reflexo de uma vida autêntica diante do Senhor, seja um lugar de suporte para as pessoas, seja o lugar onde elas irão procurar água e vão encontrar aquela que Jesus pode oferecer. Você é esse canal, acredite no que o Senhor depositou em você, confie.

Textos para meditar:  Mateus 5: 1;16  –  Marcos 12:31  –  João 15: 9;17  – Efésios 3:16;21

Blog Mylena

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *